Sinalização dos portos do Paraná funciona com energia solar

Indispensáveis para a aproximação de navios no período noturno, as lanternas das boias de sinalização instaladas no canal de acesso aos portos do Paraná são também exemplo de sustentabilidade – todas as baterias das lâmpadas funcionam com energia solar, o que minimiza os impactos ambientais e torna o serviço mais prático e ágil.
“O Porto de Paranaguá gera a energia solar que é usada para o funcionamento das lanternas. Desta forma, ao mesmo tempo em que reduzimos a utilização de energia convencional, otimizamos o serviço e diminuímos a intervenção humana, porque as lanternas são autocarregáveis e têm apresentado alta qualidade na função de sinalização”, explica o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino.A Appa mantém 63 boias ao longo do canal de navegação. Cada uma possui iluminação própria e serve como orientação aos navios que chegam ou deixam os portos, garantindo a continuidade das operações 24 horas por dia. O sistema presente em cada uma das lanternas permite captar a luz do sol do dia e transformá-la em energia para o período noturno.Por causa da praticidade gerada pelo carregamento por energia solar, as lâmpadas não precisam ser retiradas diariamente para receber carga convencional. “A verificação ocorre apenas duas vezes por mês, o que é suficiente para identificar a durabilidade das baterias e a necessidade de troca”, conta Dividino.Mesmo com a exposição diária e ininterrupta à água, ao sol e a outros elementos, as boias e lanternas apresentam bastante tempo de vida útil. Cada boia dura até cinco anos em condições de uso normal.

Sustentabilidade

O carregamento das lanternas por energia solar é apenas uma das diversas ações desenvolvidas pela Appa com benefícios para o meio ambiente. “Esse trabalho, somado a mais de 40 projetos ambientais da Appa atualmente, visa o desenvolvimento econômico, preservando os recursos naturais”, completou o diretor de Meio Ambiente da Appa, Bruno Guimaraes.
O Porto de Paranaguá ocupa o terceiro lugar entre os portos brasileiros no ranking do Índice de Desempenho Ambiental (IDA), avaliado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), deixando para trás a 26ª posição que ocupava até o ano de 2012.

Fonte: massanews.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.