Desafio Solar: Conheça o campeonato de barcos movidos à energia solar

campeonato-de-barcos-movidos-à-energia-solar

O objetivo do evento, que em 2016 aconteceu entre os dias 5 e 11 de dezembro, é estimular o desenvolvimento de tecnologias para fontes limpas de energias alternativas. Além disso, busca divulgar todo o potencial desse tipo de tecnologia em aplicações que podem ser utilizadas no cotidiano, para transporte de passageiros e de recreio.

O Desafio Solar é inspirado numa competição holandesa chamada Frisian Solar Challenge, que acontece a cada dois anos no norte do país europeu. Lá, os participantes percorrem aproximadamente 220 quilômetros de canais das 11 cidades da região de Frísia.

O polo náutico brasileiro demonstrou interesse neste modelo de competição desde a primeira edição do evento internacional, em 2006, que foi um sucesso. Na época, construíram um barco movido por energia solar a fim de participar de um torneio parecido, mas dessa vez nos Estados Unidos.

A experiência fez com que a equipe pudesse estar preparada para participar do Frisian Solar Challenge seguinte. Então, em 2008, o Brasil finalmente viajou até a Holanda para participar do evento.

O barco brasileiro participando da competição

Apesar de não ter vencido a competição, a equipe brasileira recebeu um prêmio de incentivo e o apoio dos anfitriões holandeses para a realização de um evento semelhante no Rio de Janeiro. Segundo a organização, “o time voltou para o Brasil entusiasmado com a ideia e determinado a repetir o desafio aqui, organizando a primeira competição brasileira de barcos solares”.

A primeira edição do Desafio Solar aconteceu no ano de 2009 e desde então tem sido bem sucedido. No ano de 2016, contou com circuitos de até 12 quilômetros. De acordo com a organização, cerca de 250 estudantes, divididos em 19 equipes de quatro estados brasileiros, participam das provas. O campeonato é promovido anualmente pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
A cada edição, os produtores do Desafio Brasil esperam grupos representantes das mais diversas instituições educacionais e de centros de pesquisa não apenas do país, mas também de fora. Dessa forma, a intenção é que a competição seja uma oportunidade para compartilhar conhecimentos e experiências sobre energia solar.

Um fato interessante do evento de 2016 é que ele foi palco de lançamento do primeiro barco movido à energia solar do Brasil, que apesar de não ter participado da competição, chamou a atenção dos interessados em geração de energia limpa. E apesar do ambiente promover uma disputa, o clima amigável do evento cria oportunidades para que o desenvolvimento de sistemas de energia solar continuem em crescimento no País, se tornando uma alternativa sustentável e limpa de lidar com os recursos naturais abundantes que existem nos estados brasileiros.

 

Fonte: http://www.portalsolar.com.br/blog-solar/energia-solar/desafio-solar-conheca-o-campeonato-de-barcos-movidos-a-energia-solar.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.